LINKS INTERESSANTES

Risco Cirúrgico

 Classificação de ASA  

            A classificação de ASA foi descrita em 1963 pela Sociedade Americana de Anestesistas.

       Esta classificação é utilizada até hoje pelos anestesistas e, tenta uniformizar o risco cirúrgico pré-operatório visando assim conhecer quais os prováveis doentes que apresentam risco elevado de mortalidade durante uma cirurgia.

 A classificação é proporcional à mortalidade. Quanto maior a classificação maior será o risco cirúrgico. 

ASA

Definição

1 Paciente normal e saudável.
2 Paciente com doença sistêmica leve.
3 Paciente com doença sistêmica grave.
4 Paciente com doença sistêmica grave que representa ameaça constante de vida.
5 Paciente moribundo sem expectativa de vida a menos que seja operado.
6 Paciente com morte cerebral no qual os órgãos serão removidos para doação.

E: Sufixo colocado após a classe para designar emergência.

 Apoio